O que você precisa saber sobre design para sua embalagem.

O que você precisa saber sobre design para sua embalagem.

16 junho 2015,   By ,   0 Comments

A embalagem tem mais peso numa decisão de compra do que você imagina. A Kissmetrics, uma grande empresa norte-americana de otimização de marketing digital, investigou se as cores influenciam as pessoas a comprarem e o resultado foi incrível: 93% dos entrevistados responderam que levam em consideração a aparência visual de um produto antes de adquiri-lo.

Mas além do processo consciente, o design influencia a compra também de maneira inconsciente. Isso significa que as pessoas compram um determinado produto por causa do design, mesmo sem saber. Essas são informações valiosas que você precisa saber na hora de avaliar, criar ou renovar o design da sua embalagem. No entanto, ainda há muito o que entender sobre o assunto.

O design como definidor da compra

56% da pessoas levam em consideração a qualidade do produto na hora da compra, mas como julgar um produto que você nunca experimentou ao vê-lo em um supermercado, por exemplo? É aqui que o design entra. As pessoas julgam uma marca ou produto pela maneira como ela se apresenta.

É a famosa máxima que diz que a primeira impressão é a que fica. Por exemplo, você não vai querer se vestir mal para uma importante entrevista de emprego e, com certeza, o chefe do outro lado da mesa vai tirar alguma conclusão sobre você, apenas com aquela breve interação. O mesmo acontece com as embalagens e os consumidores. Mas o processo de julgamento de um design é mais sutil, pois acontece, em grande parte, de modo inconsciente.

Isso porque nossa mente é treinada a vida toda para classificar tudo. É um processo automático, que ninguém mais repara que acontece, mas se você olhar para qualquer coisa, em milésimos de segundo já classificou aquele conteúdo. É o único jeito de conseguirmos organizar tanta informação ao nosso redor.

A embalagem, portanto, vem para facilitar essa classificação em nosso cérebro. Basta um olhar para o design e a pessoa é capaz de classificar aquele produto como de limpeza, de beleza ou qualquer outro tipo. Além disso, as cores usadas afetam diretamente a impressão do público, já que cada tonalidade carrega seus próprios sentidos e associações. E fazemos tudo isso de modo inconsciente.

O design deve servir o seu público e não o contrário

Além desse processo de classificação do cérebro, você também precisa ficar atento às peculiaridades do seu público. É aqui que entra um capítulo muito importante na hora de desenvolver sua embalagem: a pesquisa.

É preciso entender profundamente o que motiva seus consumidores a comprarem algo e entender quais são as impressões que eles podem ter sobre o design e as cores em geral. A dica de ouro aqui é ser expert no seu público-alvo antes de desenvolver sua embalagem. Quanto mais você suprir suas necessidades e se adequar à realidade dele, mais sucesso você vai ter com seu design.

Pense além da cor

Se você pensa em design de embalagem apenas como um conjunto de cores, você precisa pensar novamente. O design pode reinventar formas e até criar novos produtos úteis para o dia a dia. Quem disse que uma embalagem de shampoo precisa ter o mesmo formato de todas as outras? E a embalagem do seu delivery? Será que ela não pode ser mais do que apenas uma sacola?

Você já passou pro um processo de construção ou reestruturação de embalagens no seu negócio? Conte pra gente como foi a sua experiência!