5 dicas para montar um briefing de design de sucesso!

5 dicas para montar um briefing de design de sucesso!

21 maio 2015,   By ,   0 Comments

O briefing de design é a chave para um bom trabalho. Se ele consegue ser claro e completo, o profissional vai ter mais confiança em qual caminho criativo a seguir, o cliente vai ficar satisfeito pois conseguiu transmitir exatamente o que queria e a agência não vai precisar perder tempo com refações. Ou seja, um bom briefing otimiza o tempo e favorece o talento.

Mas o que um briefing de design precisa ter para alcançar tudo isso? Que tipo de perguntas o designer precisa fazer para o cliente? Quais informações são indispensáveis em um briefing de sucesso?

1 – Antes do briefing, planeje

Um bom briefing não é aquele que vem apenas das informações do cliente, mas também de um trabalho de pesquisa e análise do setor de planejamento da agência. Levante os concorrentes do seu cliente, colete tudo que já foi criado para eles (é importante a equipe de design saber o que foi feito para não fazer igual), descubra o perfil do público do seu cliente e entenda qual o tipo de linguagem ele gosta.

Esse tipo de informação é o que faz um design dar certo na hora de ir para a rua, e é o que diferencia uma agência que apenas se reúne com um cliente daquela que realmente planeja e é eficaz.

2 – Conte a história da empresa

É impossível criar algo para um produto, serviço ou marca que o profissional de design desconhece. Ele precisa entender tudo sobre a empresa que ele vai atender. O briefing deve contar o seu histórico, quando foi criada, quais os seus valores e a sua missão, tudo de design que já foi feito para a empresa e qual é o cenário atual dela. Essa é uma informação importante para começar.

3 – Discrimine o que precisa ser feito

Depois de contar sobre o cliente, é hora de apresentar qual é a demanda dele. É um logotipo? Identidade visual? Banner? Sinalização? Conte para o profissional de design o que precisa ser feito, mas vá além. Coloque no briefing o que o cliente espera dessas criações. Ele gosta de algo que já foi feito? Ele já tem uma cor de identificação da marca que queira usar? Ele já tem um conceito em mente? Deixe o mais claro possível quais são as expectativas para aquele projeto

4 – Defina um prazo

Sem um prazo é impossível trabalhar na criação de qualquer peça. Afinal, o tempo disponível para realizar o trabalho vai influenciar diretamente no tempo de pesquisa que o designer vai ter — e no tempo que ele terá para criar também. É sempre bom ter um prazo um pouco mais longo: nada realmente original e de alta qualidade é desenvolvido em um ou dois dias. Um bom trabalho de design requer tempo, então faça o possível para criar o briefing com antecedência.

5 – Conheça o orçamento disponível

Outra informação altamente relevante, e que vai influenciar diretamente no trabalho do designer, é o orçamento do cliente. Sem apontar a verba destinada para aquele projeto, o profissional fica sem saber exatamente em quais recursos gráficos ele pode investir para a peça. Por exemplo, na sinalização de uma loja, a verba vai definir se ele pode criar um banner ou uma placa grande de alumínio. Sem definir o orçamento do cliente, não tem como desenvolver um bom trabalho de design.

Então, o que você coloca no seu briefing de design? Tem outras dicas para que o projeto seja um sucesso? Compartilhe com a gente!